sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Desafios

Os desafios da alma não são fáceis, mas o crescimento que advém da aceitação desses desafios é sempre compensador.

Não aceite viver uma vida medíocre só porque é mais fácil.
O mundo, felizmente, será sempre cheio de desconhecidos: de alturas que nunca foram alcançadas; lugares que nunca foram vistos; idéias que nunca foram pensadas; criações que nunca foram criadas.

Não é preciso que sejam imensas alturas, nem fantásticas idéias, nem estupendas criações... Basta que seja um pouco mais que seu limite de agora.
Não caia na tentação de aceitar limites confortáveis, onde procurará simplesmente viver do jeito que der e até quando puder.

Se você se esforçar em ampliar os seus limites, um pouco de cada vez, porém sempre mais, sempre expandindo, descobrirá a verdadeira finalidade da vida.
E o prazer de vencer o maior dos desafios: superar a si mesmo.

Descubra o seu caminho, pois ninguém mais pode descobri-lo por você... E siga-o, pois só você pode trilhá-lo.
Respeite seus sonhos e idéias e, nunca, nunca desista deles, pois eles são a única coisa concreta num mundo de sombras em eterna mutação.

(texto de Rosana Zoelner)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário